E o medo deste clipe dar errado, Gwen? Vem ver Make Me Like You

Gwen-Stefani-2016-press-billboard-650-2

E não é que deu certo? Estava com medo deste clipe sair uma caca, porque a história de gravar ao vivo (sim, isso aconteceu durante os comerciais do Grammy) tinha muitos contras: qualquer erro de coreografia, dublagem, câmera e já era… e a qualidade do resultado final (tratamento), como seria? Mas enfim, tudo deu muito certo e o clipe de Make Me Like You superou minhas expectativas! Ficou super divertido com as trocas de cenários e a atitude cheia de personalidade da Gwen, que certamente foi o ponto forte. Ela estava super tranquila e lidando com isso como uma profissional!   Me acompanhe nas redes
Continue lendo...

Será que é bom? Vem ouvir, Make Me Like You, novo single da Gwen Stefani

Esperei algumas horinhas pra fazer esse post porque precisava digerir Make Me Like You para saber se gostei ou não. E o que descobri foi o seguinte: que gostei e não gostei. Gostei porque é bem Gwen, ou seja: moderna e retrô, divertida e leve, suave e bem delicinha. A faixa é absurdamente agradável e tem um refrão viciante. Não gostei porque esperava algo menos superficial e mais emocionante, talvez na letra… não sei. Gwen vem divulgando o novo álbum ‘This Is What The Truth Feels Like’ (que ganhou uma capa LINDA) como algo super pessoal, sentimental e profundo, mas com Make Me Like You
Continue lendo...

Viciando em PILLOWTALK, do ZAYN, em 3, 2, 1…

zayn-billboard-02-1250-1-e1453733203147

Tenho um problema com o ZAYN, na verdade é o mesmo que tenho com o Justin Bieber: não queria gostar, mas gosto. Como se não bastasse ter que admitir que gostei e muito do Purpose, chega ZAYN com uma música incrível que não consigo parar de ouvir. Ok, tenho certeza que vou viciar no álbum inteiro também, até por que já adorei o nome (Mind Of Mine). Agora falando de PILLOWTALK, jamais esperei por algo tão bom: sensual, obscuro e profundo. A voz aveludada, as batidas pesadas e a letra super safadinha produzem uma música maravilhosa e com grande apelo sexual, mas
Continue lendo...

Mais e mais admiração por Queen B

beyonce-legion-single-cover-600x600

Demorei para fazer esse post, Formation já não é mais tão novidade assim, mas pouco importa, né? O impacto que a música e clipe estão causando por aí irá durar, espero que, por um bom tempo. Adorei a forma como Beyoncé chegou de surpresa e lançou, sem prometer nada, uma bomba (no bom sentido) na cara da sociedade. O clipe é cheio de referências sociais chocantemente diretas e de apoio ao movimento Black Lives Matter. Os que odeiam e criticam a iniciativa da cantora que me desculpem, mas Bey só está mostrando a verdade sobre o que vem acontecendo nos EUA. Causou na
Continue lendo...

Let’s do this 2016!

3b6f33f2

Hello people, estou de volta! Depois de um mês de férias não programado, mas muito bem vindo, é hora de voltar as atividades do blog. Sei que nesse meio tempo rolaram algumas novidades, mas além da Adele, achei dezembro um mês bem fraco para a música. Até conversei com vocês sobre acontecimentos e lançamentos específicos no snapchat (segue lá: saborpop), mas nada – além da Adele, é claro – chamou minha atenção a ponto de desejar de escrever sobre. Vamos torcer para que tudo mude, já que 2016 promete ser um ano incrível e logo, logo teremos novidades bem empolgantes de vários artistas,
Continue lendo...

Uma rápida reflexão sobre o Purpose do Justin Bieber

justin-bieber-purpose-cover-thatgrapejuice-600x600

Justin Bieber não era, nem de longe, um de meus artistas favoritos e na verdade essa é a primeira era musical em que presto atenção no que ele tem lançado. E preciso dizer, tenho curtido bastante. A fase Purpose chega bem diferente dos trabalhos anteriores, a participação em Where Are Ü Now, do Jack Ü, introduziu Justin a um estilo musical que casa perfeitamente com sua voz e tornou suas músicas mais maduras e, é claro, bem menos teen. Vou dizer… me surpreendi com o quanto gostei desse trabalho. Ok por What Do You Mean?, Sorry e I’ll Show You, já esperava algo
Continue lendo...

Gwen Stefani entrou nos eixos com Used To Love You

Gwen-Stefani-Used-to-Love-You-2015-1200x1200

Que música linda! Gwen finalmente entrou nos eixos novamente e apresentou um trabalho que reflete a qualidade do seu catálogo (vai ouvir Early Winter e 4 In The Morning <3). Nada de Spark The Fire que, mesmo divertida, é extremamente teen e enjoamos depois de dois ou três plays. Used To Love You vem de uma experiência real e bem recente na vida da cantora, seu divórcio do marido de longa data com quem já tem três filhos. Na faixa os sentimentos são bem reais e não tem fantasia, a voz frágil da Gwen e a produção delicada de Used To Love You transformam o resultado
Continue lendo...

Em Focus Ariana Grande segue a sua própria fórmula de sucesso

image

Focus está entre nós desde sexta-feira e com isso Ariana Grande dá início, mesmo que um pouco morno, para os trabalhos de seu terceiro álbum que, ao que tudo indica, chama-se Moonlight. Chamo de início morno, porque Focus segue muito a mesma “fórmula” de sucesso de Problem e Bang Bang, não que isso seja algo ruim, já que a música é super divertida e funciona super bem nas baladas (por sinal já testei em uma no dia do lançamento da faixa). Mas realmente para por aí, de resto nada muito significativo, nem no clipe. Que ok, também é divertido e traz
Continue lendo...

#Review: os sabores de Revival, novo álbum da Selena Gomez

Selena_Gomez_Revival1_MAZEBLOG

Selena conseguiu estabelecer sua carreira de forma bem interessante, não é mesmo? Poderia ser a garotinha teen que dança, faz musicas chicletes e usa roupinhas brilhantes o tempo todo. Mas não, tomou postura de mulher clássica e estilosa que sabe se portar. Ok, não é dona de uma voz poderosa, tão pouco atinge notas surpreendentes, mas vem cá… quem disse que precisa? Seu timbre é sensual, grave e adiciona um ar de maturidade para qualquer faixa. Outro ponto positivo: Selena tem alinhado muito bem sua carreira e mostra amadurecimento em todos os sentidos. Insisto nesse ponto porque se você observar os looks da moça nas
Continue lendo...

#Review: os sabores de Confident, novo álbum da Demi Lovato

Demi-Lovato-Confident

O novo álbum da Demi Lovato, Confident, é oficialmente lançado hoje (16/10) e chega com uma responsabilidade bem grande de surpreender a todos e saciar as expectativas plantadas pela própria cantora sobre a qualidade do material. Mas chega de enrolar, vou fazer uma review faixa a faixa aqui, destacando o que mais gostei e quais foram minhas faixas favoritas: Confident: a faixa título é uma incógnita: não sei se amo ou odeio. Certamente representa o álbum muito bem e, mesmo com da mistureba de elementos, deixa claro que o registro será eclético… so get ready. A verdade? Não apostaria nela para single, acho que é uma ótima faixa “conceitual”,
Continue lendo...