A nova fase da Marina and The Diamonds

Vou te dizer, que coisa mais linda que essa Marina ta fazendo, ein? Achava BEM difícil existir algo melhor que a perfeição Electra Heart. Froot – a faixa – não me agradou muito de cara. Também fiquei decepcionado com toda aquela história de deixar a persona de Electra Heart pra traz e focar numa “continuação” mais óbvia do estilo abordado no álbum de estreia (admito que não gosto tanto dele como do segundo). Mas não desanimei, Marina foi, é e sempre será incrível!

 

E como surpresa chegou a perfeição em forma de música. Happy da arrepios e é – de longe – a melhor balada que Marina fez em toda sua carreira – e também a melhor lançada nos últimos tempos. Esse vídeo só evidencia isso (to mais apaixonado a cada dia, sério):

 

E o problema depois de lançar uma faixa incrível como Happy é que tudo que viria depois seria inferior, certo? Gente, não tem como ser melhor que isso… mas espera, tem sim. Só Marina consegue, Immortal é tão boa quanto, tão original, sincera e melancólica. É amor em forma de música.

 

Bobo quem acha que Electra Heart foi a fase de ouro da Marina, afinal os diamantes a seguem. Sua música é valiosa, pura, lapidada e brilha por si só. O nome tem que fazer sentido, não é?

 

Deixe uma resposta