Os sabores do FROOT, novo álbum de Marina and The Diamonds

FROOT é, literalmente, um álbum saboroso. Marina precisava desse momento em sua carreira, um momento para liberar toda sua criatividade e fazer algo diferente por conta própria. Não é a toa que ela escreveu todas as faixas do álbum SOZINHA. Sabe quantos artistas do mundo pop fazem isso hoje em dia? Pois é. E sabe o que é ainda mais incrível? As composições são, de fato, um grande destaque por serem sarcásticas, sinceras, delicadas, criativas e extremamente originais.

Sim, virei um apreciador do trabalho de Marina no ótimo Electra Heart e admito ter pensado que com o FROOT ela cometeria um erro enorme ao deixar de lado grandes produtores para trabalhar com apenas um único nome, mas não… esse foi o trabalho que me fez virar fã de verdade. Aliás se morasse em SP estaria lá na primeira fila do show dela no Lollapalooza. 🙁

Enfim, não é o momento para fazer um review faixa a faixa do álbum, mas senti a necessidade de expressar minha paixão por essa obra de arte. Faixas como I’m A Ruin, Happy, Immortal, Blue, Better Than That e tantas outras do maravilhoso FROOT mostram o rumo que a música pop deveria seguir, mostram que para criar a “sonoridade pop” você não precisa fazer o mesmo que todo mundo. Pop é TANTA coisa, porque se limitar a mesmice? Quem sabe outros artistas possam se inspirar ao saborear as frutas de Marina?

 

 

 

Deixe uma resposta