O novo álbum da Hilary Duff, Breathe In. Breathe Out., chegou sem prometer muito e….

O começo foi meio conturbado e, com alguns singles que – apesar de ótimos – não atraíram o interesse do público (Chasing The Sun e All About You), o novo álbum de Hilary Duff sofreu uma mudança bem grande na sonoridade. E o que era para ser, em sua maioria pop/folk, acabou tornando-se o pop/dancante que os fãs tanto queriam.

E será que essa mudança deu certo? Sim e MUITO, Breathe In. Breathe Out. é um álbum INCRÍVEL, sério mesmo… é muito melhor do que qualquer um imaginava que seria. Até a voz da Hilary soa melhor e se torna um destaque aqui, ela brinca mais com seu timbre e torna tudo mais empolgante e divertido.

Fica difícil destacar apenas algumas faixas, porque o álbum é realmente muito bom (para quem é fã de pop, é claro), mas se Sparks (single atual) não te convenceu, você precisa ouvir My Kind, One In A Million, Confetti, Lies e a faixa título, que é a música mais incrível que a Hilary já fez, Breathe In. Breathe Out.

Sério, to surpreso com o quão bom é esse álbum, mas também, com composições de Tove Lo e Ed Sheeran e até da Kerli, tem como não ser? <3 E tem mais! Hilary guardou uma surpresinha no final pra quem gostou do estilo pop/folk que ela havía proposto inicialmente (tipo eu) e manteve faixas incríveis, deliciosas e mega agradáveis como: Picture This, Belong (uma das melhores, sério), Night Like This e Rebel Hearts <3 <3 <3.

Agora nada de pensar “Eca! Hilary Duff” e vai ouvir esse álbum, porque se você é fã de música pop você simplesmente TEM que ouvir, ok?

 

 

2 comentários

    • Samuel Danielli   •     Author

      Seria sim, não sei porque escrevi Becoming? Em todo caso, desculpa pelo erro. Já arrumei. Obrigado por avisar. 😀

Deixe uma resposta