Uma rápida reflexão sobre o Purpose do Justin Bieber

Justin Bieber não era, nem de longe, um de meus artistas favoritos e na verdade essa é a primeira era musical em que presto atenção no que ele tem lançado. E preciso dizer, tenho curtido bastante.

A fase Purpose chega bem diferente dos trabalhos anteriores, a participação em Where Are Ü Now, do Jack Ü, introduziu Justin a um estilo musical que casa perfeitamente com sua voz e tornou suas músicas mais maduras e, é claro, bem menos teen.

Vou dizer… me surpreendi com o quanto gostei desse trabalho. Ok por What Do You Mean?, Sorry e I’ll Show You, já esperava algo bom, só não sabia que seria tão bom assim. Purpose traz faixas absurdamente viciantes e deliciosas (btw esse timbre mais baixo que Justin adotou deixa a sua voz gostosa demais). Faixas como Mark My Words, Sorry, I’ll Show You (que pra mim é a melhor de todas), The Feeling, Children e Been You me deixaram meio embasbacado de tão boas que são. Definitivamente é o álbum certo para você que tem um nojinho do rapaz, dúvido você não gostar!

Agora se Justin realmente virou um “bom moço”, isso é difícil de dizer. Será que é tudo marketing, será que ele realmente mudou o estilo de vida? Ah! Também pouco me importa, contanto que continue fazendo músicas tão boas tá tudo bem, deixa ele ser feliz.

 

 

Me acompanhe nas redes sociais

Facebook: saborpop
Twitter: samdanielli
Instagram: samueldanielli
Snapchat: saborpop

2 comentários

  1. Vitor Renan   •  

    Concordo com você, também acho que I’ll Show You é a melhor do álbum.

  2. m4ax   •  

    “I’ll Show You” é realmente maravilhosa, faz a gente viajar….

Deixe uma resposta